Segurança Afetiva

CYMERA_20150628_180446

Conversa com um senhor no shopping hoje à tarde. Disse-me ele:

“Nos dias atuais talvez seja justo dizer que uma criança adotada por um casal gay tenha um risco menor de sofrer por desamor e desamparo do que por um casal “comum”, numa relação heterossexual. Digo isso porque esta criança será necessariamente adotada, fruto da vontade expressa e de uma longa preparação emocional do casal. Em contrapartida, na ausência em nosso meio de interrupções voluntárias da gravidez, muitos filhos de casais heterossexuais chegam a esse mundo contra a vontade e o desejo de seus pais. São concebidos muitas vezes por um arroubo emocional, uma noite “caliente“, um destempero, um ato impensado. A gestação é, com frequência, seguida por culpas e remorsos.

É claro que muitos bebês assim concebidos serão bem recebidos e amados, mas uma parcela muito grande cai na vala dos que jamais serão bem aceitos. Esse problema é muito mais raro entre casais gays em que a adoção parte de um planejamento conjugal associado a um forte desejo de amar e cuidar de uma criança.

Portanto, do ponto de vista de “segurança afetiva”, estas crianças estão – na média – mais amparadas do que as crianças trazidas à vida do modo tradicional. Não quero dizer que esta opção seja isenta de riscos, e o preconceito de ter dois pais ou duas mães pode persegui-la por toda a infância – ou mesmo pela vida afora – mas pelo menos elas terão a garantia de que foram muito desejadas por quem as cuidará.”

Quem disse isso foi um senhor de 85 anos.
Meu pai.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s