Falsa dualidade

Rolam textos aí em que alguns isentões tentam comparar os sujeitos que idolatram o “micto” Bolsonaro com os apoiadores de Lula. Seriam eles “extremistas”. Clamam, de forma oportuna, por um candidato de “centro”, ou como dizem “nem esquerda e nem direita”. Ora, nenhuma comparação poderia ser mais irresponsável e equivocada do que esta.

Afirmo que qualquer comparação entre Lula e Bolsonaro é absurda. Os que defendem Lula e os que defendem Bolsonaro também têm um perfil absolutamente diferente. NUNCA se viu um lulista aos gritos e portando cartazes que clamam pelo fim da democracia, pela intervenção militar ou pelo fechamento do congresso e nunca se viu qualquer exaltação ao AI5. NUNCA um lulista aclamaria um torturador asqueroso e o chamaria de “ídolo”.

Lula é um MODERADO de centro esquerda. Aliás, boa parte das críticas da esquerda brasileira se dá em nome dessa moderação e desse namoro com o mercado. Lula poderia ser comparado com um Serra, Alkmin ou FHC, moderados de centro direita, mas JAMAIS com um fascista de extrema direita.

Essa comparação é feita por adoradores da ditadura, saudosos do arbítrio. Uma comparação errada em todos os níveis, seja entre estes líderes mas também entre seus seguidores.

É como comparar Chico Buarque com Zezé di Camargo. Fazfavoire…

1 comentário

Arquivado em Política

Uma resposta para “Falsa dualidade

  1. É tempo de esquecer ideologias políticas, e colocar nas pautas das Aassembléia legislativas do país (federal, estadual e municipal), a dignidade do ser humano na luta contra o Corona Vírus.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s