O Preço da hegemonia

Uma das questões aqui na aldeia sempre foi que as esquerdas perderam a disputa pela hegemonia discursiva entre as seitas evangélicas, onde a direita e os fascistas “nadam de braçada”. Todavia, resta a questão: deveriam as esquerdas mergulhar no mesmo poço de falsidades, mentiras, mistificações, estelionato da fé e sonegação dos tele-evangelistas para disputar este terreno discursivo e estes eleitores?

Seria justo e eficiente abrir mão de convicções essenciais da esquerda – direito ao aborto, diversidade, educação sexual, estado laico, etc. – para invadir e conquistar o universo dos pentecostais? Não seria esta estratégia uma contradição em si? Seria lícito apostar na exploração maniqueísta da fé para depois propor uma sociedade complexa e cheia de contradições? A batalha deveria ser – mimetizando as redes sociais – pelo conteúdo ou pelos likes? Debate profundo ou lacração?

Deixe um comentário

Arquivado em Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s