Pacientes

É por essas razões que esse personagem se chama “paciente”, a mesma raiz de “sofredor”, derivada do latim patiens, de patior, que significa “sofrer”. A palavra paciente também contém o significado de “aquele que aguarda”, uma pessoa que necessita cuidados com seu bem-estar, cuidados médicos, mas que o faz de forma passiva e submissa.

De uma forma abrangente, a posição subserviente e secundária dos pacientes no encontro com os médicos sempre me intrigou, mas por outro lado eu também pude perceber o gozo existente na submissão às determinações de um “Outro poderoso”, que supõe saber sobre nós mais do que nós mesmos sabemos. Por ser tão rico em nuances, o contato com o médico é cercado de mitologias e fantasias, o que lhe garante uma aura de inegável mistério e suspense.

Esse encontro, desde as mais remotas lembranças da espécie humana, é um dos mais fascinantes da história, porque congrega vida, morte, saúde, doença e magia na troca de saberes e afetos entre dois sujeitos. Poucos contatos sociais são mais carregados de emoção quanto esse.

Publicidade

Deixe um comentário

Arquivado em Medicina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s