Governabilidade

Dilma Rousseff: 'Do I look happy, Mr Obama?'

O sonho juvenil de um partido que governa despoticamente, sem parlamento é tudo, menos maduro. A opção que muitos apontam ingenuamente para o PT é a formação de um ministério sem nomes de aliados, sem direita e firme nos propósitos originais do PT. Isto é: exigem que a Dilma governe para a metade do Brasil e a outra metade que se ferre, afinal perdeu as eleiçoes, não?. Sinto muito caros sonhadores, mas não é assim que funciona a democracia, que nada mais é que a arte de engolir sapos em nome de um projeto de governabilidade.

Collor negligenciou esta verdade política e achou que podia governar sem partido e ferindo interesses da Rede Globo, a mesma que o havia colocado lá. Pagou caro, e hoje sabemos que  Collor tinha um pensamento moderno e desenvolvimentista. Lembrem que foi ele quem modernizou a industria de automóveis no Brasil, composta na época, de “carroças”. Boas intenções e ideias modernas não são suficientes; sem apoio e sem partido é suicídio.

Com um ministério “puro”, socialista e progressista, sabem quantos projetos passariam pelo congresso, francamente oposicionista? ZERO!!! Mas talvez o sonho dos petistas mais ferrenhos e puristas seja ver a Dilma empossada como imperadora, ou Rainha despótica, que não tenha necessidade de uma câmara ou um senado. Bem, aí é outra história, e nessa canoa furada já embarcamos. Repetir os erros é imaturidade, aprender com eles é o caminho.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s