Terra primitiva

O

 

Sobre geração espontânea…

Abro um saco de farinha fechado e um inseto alado sai voando. Percebo que todo o saco, que devia conter apenas farinha, contém uma curiosa e inesperada diversidade de vida. Geração espontânea, nada mais natural.

Pegue uma bola de fogo girando em alta velocidade e inclua elementos simples como enxofre, carbono e hidrogênio. Esquente bem com vulcões e cataclismos de toda ordem, maremotos, tsunamis, continentes que se movem, meteoros e lava incandescente aos borbotões. Deixe esfriar e espere. Aguarde 4 bilhões e um pouco mais de anos, destape e recolha árvores, borboletas, flores, lagartos, morcegos, tubarões  crocodilos, mosquitos e seres humanos. Espere mais um segundos e estes últimos vão falar, escrever, brigar entre si e destruir os demais. Esperemos mais alguns instantes e tudo pode se evaporar num cogumelo de fumaça.

Do nada faz-se a vida, da vida consciência e da consciência o egoísmo. Desse ponto em que nos encontramos já podemos escolher entre a vida ou a fumaça.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s