Boa noite, John Boy

– ….mas então eu penso naqueles que sofrem das muitas formas de “privação do amor”, e não me refiro tão somente ao amor romântico, mas de todas as formas com as quais ele se materializa. Um amor de filho, de pai, de mãe, de irmão, de avô, de neto e de amigo. Sei de muitos cuja vida lhes roubou estes laços, deixando-os sem norte, à deriva em um vasto oceano de medos e angústias, sem um farol sequer a lhes guiar o roteiro de volta. A estes meu abraço e meu desejo de que a manhã, que sempre chega, os acorde com o som das gaivotas, anunciado a terra que se aproxima. Mas esta história é um pouco triste para vocês, meus anjos.

– Eu gostei. Amanhã pode contar outra?

– Conto sim…

– Boa noite John Boy

– Boa noite, Mary Hellen…

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s