Mudanças

Todos nós temos a obrigação de consertar a todos. O outro é sempre teu espelho e também teu bote salva-vidas. Se não forem as mulheres a consertar os homens (e vice versa) de quem será esta tarefa? A quem cabe mostrar que o outro invadiu nosso território, senão nós mesmos? A mudança sempre ocorre por dentro, por certo, mas o estímulo para a transformação sempre virá de fora.

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s