Reencontro

Para os outros somos tão somente a imagem pálida e imprecisa do fantasma que carregam consigo e projetam sobre nós. Tudo em nós já existia, em semente, em nossos amores. Todo encontro é, em verdade, um reencontro.

Eugene Carriére, “Freud and Madame Bovary in a Train to Viena”, ed. Edmonton, pág. 135

Deixe um comentário

Arquivado em Citações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s