Minority Report

141365

 

Quanto mais leio sobre a chacina em Campinas mais me lembro do filme “Minority Report” de Stephen Spielberg, e fico pensando na possibilidade de sermos avisados quando um psicopata como este venha a agir. Quem não gostaria de saber a tempo e correr para impedir tantas mortes? A sensação foi a mesma quando um pai matou 3 filhos pequenos em Porto Alegre há alguns anos e um conhecido meu falou “Ele era o mecânico do meu carro e eu jamais reparei nada. Parecia uma ótima pessoa”. Nunca sabemos dos monstros que habitam em nós, mas eles estão sempre esperando uma brecha para mostrar sua face de horror.

Nesse caso havia sinais prévios de violência, mas se fôssemos encarcerar todos os homens violentos ou que ameaçam faltaria cadeia para tanta gente descompensada.

Talvez a chance de diminuir a ocorrência dessas tragédias, no terreno individual, seja estudando os gatilhos que cada um dos agressores carrega e trabalhá-los com psicoterapia compulsória. Já no aspecto social, podemos agir muito precocemente através da educação para a equidade de gêneros e para uma sociedade menos violenta, onde os conflitos possam ser resolvidos sem agressões físicas ou morais. Podemos também  estabelecer em nível comunitário uma vigilância severa sobre sinais precoces de agressividade descontrolada, em especial relacionada a gênero e em populações de risco.

Se não funcionar podemos tentar mergulhar sensitivos em uma banheira e esperar que tenham visões. Ou apenas lamentar o ocorrido e amaldiçoar a alma do malfeitor.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s