Frida

 

O julgamento das escolhas emocionais e sexuais de uma mulher é um item que jamais sairá de moda. Os ataques vem de todos os lados: dos homens e até das próprias mulheres. Frida, mesmo depois de morta, é acusada e combatida por seu amor por “Gordo”, o pintor Diego Rivera, seu marido. Ainda hoje continua a ser condenada e jogada na fogueira por amar quem amou, e na intensidade que apenas ela seria capaz de entender e decifrar.”

Maria Cândida Valcáceres, “Las Cejas de Frida”, Ed. Simón Cruz, pág. 135

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Citações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s