Coración Partió

Quem termina uma relação não está necessariamente doente – portanto não precisaria de cura – mas está ferido. Claro, pode ser que nesta relação não havia mesmo raízes profundas de afeto, e isso significa que tinha mesmo que acabar. Mas se ela produziu entrega e expectativas, há profundidade suficiente para que sua ruptura cause sofrimento.

Não há como arrancar uma árvore do chão sem deixar a terra ferida. Se pular de uma relação direto para outra a chance de encontrar alguém igual – e um resultado idêntico – é muito grande. Depois de um amor frustrado o melhor a fazer é apostar no silêncio e na reflexão até que possa entender as reais e profundas razões do insucesso.

Essa não é uma questão moral, mas um respeito aos tempos e lugares. Apressar a cicatrização de um machucado é sempre uma aposta arriscada, e frequentemente frustrante.

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s