Robbie and Humanization

Robbie

Robbie Davis-Floyd

Uma vez eu estava em Florianópolis num seminário internacional promovido pela ReHuNa com a Prof. Robbie Davis-Floyd quando uma jornalista fez a ela a seguinte indagação: “Ok, pelo que eu entendi de suas palavras a humanização do nascimento é um conjunto de técnicas que visam um parto normal e a satisfação das necessidades das mulheres, certo?”

Robbie sorriu com aquele jeito de menina e, diante do inteligente questionamento da jornalista, respondeu: “Não, a humanização do nascimento vai além das normas escritas e afixadas em uma parede de hospital. Ela não pode ser burocratizada e reduzida a frios protocolos e rotinas, como se fosse algo dissociado das pessoas e alheio aos cuidadores do nascimento. Humanização do Nascimento, em verdade, é uma atitude, uma postura diante do evento do parto. É algo para além dos modelos de atenção, e que atinge a essência da relação entre cuidadores e gestantes, assim como de suas famílias e da comunidade. Humanizar a assistência ao parto se expressa na forma como nos posicionamos diante da vida e do cuidado, como entendemos a grávida e traduzimos, diante da complexidade infinita de um evento subjetivo e único, o que ocorre na intimidade do seu organismo.

Isto, e não uma lista de procedimentos a fazer ou serem evitados, é a Humanização do Nascimento”.

___________________________________________________________________________

Once I was in Florianopolis at an international seminar organized by ReHuNa with Professor Robbie Davis-Floyd when a journalist made her the following question: “Okay, from what I understand from your words humanization of birth is a set of techniques that aim a normal delivery and meeting the needs of women, right?”

Robbie smiled with that charming face she has and responded to the intelligent question the journalist made: “No, humanization of childbirth goes beyond the rules written and posted on a hospital wall. It cannot be reduced to cold and bureaucratic protocols and routines as if it were something separated from people and caregivers. Humanization of birth, in fact, it is a posture, an attitude towards the event of childbirth. It’s something beyond the models of care, which affects the essence of the relationship between caregivers and pregnant women, as well as their families and community. Humanization of childbirth is expressed in the way we put ourselves in the face of life and care, how we understand and translate pregnancy considering the infinite complexity of a subjective event, which occurs in the privacy of women’s body.

This, and not a list of procedures to do or be avoided, is the Humanization of Birth “.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Parto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s