Espetáculos

“A ninguém interessa saber que máquina é essa que produziu Rogério 157. Policiais exibicionistas e uma grande imprensa miserável fazem um carnaval estúpido associado a uma publicidade tosca da prisão do meliante. Tola ilusão de vontrole. A essa hora o comando das drogas já conduziu o sucessor de Rogério nos seus negócios e o sistema mal se abalou com essa substituição. Se há procura a oferta se organiza naturalmente. Continuamos a tirar o sofá da sala.

Tudo o que a mentalidade primitiva dos punitivistas faz é criar a ilusão de que o mal reside nos sujeitos “degenerados” e não na iniquidade e na injustiça social que o produz. A mesma tolice se faz imaginando que o terrorismo é fruto de mentes doentias e fanatizadas, negando-se a olhar o entorno de abuso, genocídio, ocupação e exploração que fizeram da violência a granel a única forma possível de resistência. Ações espetaculosas como esta apenas mantém intocado um modelo equivocado de encarar nossas mais profundas feridas.

O combate ao crime continua apresentando negros e pobres como a gênese do Mal, talvez porque um empresário ou um banqueiro branco engravatado não ficasse bem na foto.”

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em violência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s