Democracia liberal burguesa

O partido Republicano nos Estados Unidos tornou-se um partido de extrema direita, financiado pelo lobby de Israel, conectado com grupos de supremacia branca e ligado ao meio-oeste conservador, evangélico e profundamente conectado aos valores tradicionais.

Já o partido Democrata assumiu o posto antigamente ocupado pelo partido Republicano: um partido de direita, liberal, com uma política externa violenta. Ambos são irmanados na sua postura imperialista, apesar do partido de Obama, Clinton e Biden ser muito mais agressivo em sua política externa. É como Israel, onde os partidos se odeiam em todos os temas, mas se abraçam no suporte ao apartheid sionista. Nos Estados Unidos a política imperialista une Democratas e Republicanos com paixão.

Curiosamente, as diferenças chamativas não são políticas ou econômicas, mas estão na pauta dos costumes. Os identitários estão ligados aos democratas, que por isso são chamados “liberais” – mesmo que ambos partidos assumam o liberalismo econômico. É o partido de judeus, negros, da comunidade queer e da “diversidade”. É daí que veio o identitarismo brasileiro: direto da direita americana liberal. Por isso “leftist” nos Estados Unidos não tem, via de regra, nenhuma vinculação com ideias socialistas, mas com o identitarismo.

A esquerda americana é diminuta, quase inexistente, mas ela despreza tanto republicanos quanto democratas, assim como critica incansavelmente a geração “woke”.

Deixe um comentário

Arquivado em Causa Operária, Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s