Maconha

Não, a maconha não gera quadros psicóticos. Escuto essa tese há muitos anos e não vejo sentido. Psicose é “loucura”, e como diria Freud, “não é louco quem quer, só quem pode”. Canabidiol não é capaz de produzir esse tipo de transtorno, mas acredito que possa despertar surtos em sujeitos previamente psicóticos, dependendo da circunstância, mas também o álcool, a tristeza, o medo ou qualquer outro disparador terá essa potencialidade. Vamos impedir que os psicóticos “fumem” estas emoções durante a vida?

Maconha também não causa depressão, mas é claro que pode aprofundar um caso depressivo, assim como o isolamento, as más notícias, os desamores, as brigas, a perda de emprego etc. Podemos evitar aos depressivos o acesso a essas circunstâncias da vida?

Colocar a maconha como “causadora” desses processos não faz sentido algum. Os sofrimentos são inerentes ao ser humano. Jogar a culpa em qualquer das drogas contemporâneas é desviar a atenção dos fatores sociais que fazem da miséria humana uma endemia e o sofrimento o padrão da humanidade.

Prove me wrong…

1 comentário

Arquivado em Medicina, Pensamentos

Uma resposta para “Maconha

  1. Pingback: A maconha não gera quadros psicóticos – Jesus Hemp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s