Arquivo da tag: supremo tribunal federal

O Ativismo do STF

Melhor falar agora para não ser chamado de oportunista no futuro. Esse protagonismo oferecido ao Alexandre de Morais, um notório antipetista, anticomunista, direitista e apadrinhado do Michel Temer custará caro no futuro. Estamos alimentando corvos, que no futuro podem vir atrás dos nossos olhos. Alexandre nunca foi um democrata; ele é cria do golpismo de Temer e da turma que derrubou Dilma. Colocá-lo em evidência, dando espaço para o ativismo judicial que ele incorpora, é um grave risco para a democracia.

Sou obrigado a concordar que muitas das queixas dos bolsonaristas fazem sentido, não porque eu concorde com suas intenções, mas é impossível que uma nação democrática e soberana coloque o controle do país nas mãos de um sujeito que jamais ganhou um voto e que só tem poder porque um golpista o colocou neste lugar. Permitir a intromissão de Alexandre em assuntos que não a defesa da constituição é inaceitável. E vamos apenas lembrar que quando deveria defendê-la – no julgamento de Lula – votou contra o seu artigo quinto, mostrando que sua ideologia é mais poderosa do que a proteção da Constituição.

Deixar que Alexandre atue fora da lei, baseando-se apenas em suas ideias e preconceitos, pode ser benéfico circunstancialmente para evitar a ação dos golpistas delirantes que pretendem dar um golpe no Brasil. Todavia, permitir que este ativismo político do STF se mantenha – inclusive pela implantação de censura – é um risco para a nossa frágil democracia.

A esquerda não pode cair nessa armadilha. Não é aceitável que criemos o nosso próprio Sérgio Moro, que agindo fora da lei, pelos seus interesses próprios e comandado por forças imperialistas, criou uma das piores crises institucionais no Brasil e manchou de forma indelével a imagem da justiça burguesa – ou talvez tenha apenas levantado o véu e desvelado suas entranhas.

Precisamos colocar um freio no Supremo Tribunal Federal, para que ele não crie asas. Foi a ação penal 470, o julgamento do Mensalão – uma farsa montada para atingir Lula – que colocou estes personagens em relevância. É hora de devolvê-los ao lugar a eles reservado.

Deixe um comentário

Arquivado em Política

Supremo

Eu escuto coisas como “Se Aras for – ou não – indicado ao supremo ele poderá agir assim ou assado em relação a Bolsonaro”. O problema é que esse “assim ou assado” é relativo a ações que podem afetar a vida de milhões de brasileiros. Pelas mãos de um Procurador Geral da República passa o destino de uma nação. Pensem apenas no desastre que representou Janot para a nossa democracia.

Pois eu acho absolutamente indecente e obsceno que os caminhos do Brasil estejam na dependência de um sujeito conseguir – ou não – um emprego de Batman com direito a mordomias no STF. Um país inteiro não pode depender das vantagens pessoais e no carreirismo desses personagens.

Aliás… está pintando a necessidade de um modelo híbrido de ingresso ao supremo. Pode ser por indicação do presidente eleito, que por sua vez foi escolhido através do voto, mas precisa ter mandato limitado. Tipo.. 10 anos. Os últimos indicados foram pessoas mais jovens e sem uma carreira suficientemente respeitável – ao meu ver. Com isso alguns deles ficarão no STF por décadas apoiando perspectivas de mundo que sequer representam a maioria do povo. Cássio Nunes é um triste exemplo.

Deixe um comentário

Arquivado em Política