Arquivo da tag: perversidade

Good doctor

Eles nunca me enganaram. Sempre tive esse conceito muito claro para mim. Respondia desde cedo para quem me dizia “Dr Frotinha é um canalha, mas um excelente cirurgião”: isto é mentira. Pode ter boa técnica e habilidade cirúrgica, mas jamais será um bom médico. Um médico se compõe de várias habilidades, entre elas a sabedoria, a visão holística, a contextualização da doença, a experiência, o estudo sistemático, a luta contra seus preconceitos e – entre as mais importantes – a capacidade de estabelecer empatia com o sofrimento alheio.

Nunca haverá um bom profissional que seja perverso. Pode ser até um profissional de sucesso, como vemos no mundo corporativo e na Medicina, mas jamais alguém que contribuiu para o bem comum.

Veja mais aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Medicina

Gente boa

Há muita gente má que vai ao consultório do psicólogo achando que este vai lhe convencer de que é “boa gente”. Estas pessoas, em verdade, estão rodeadas de gente boa, as quais não suportam, pois lhes fazem recordar a toda hora de sua própria perversidade.”

Samuel Büettner, “Da perversão de Zigmund”, Ed Caravelas (port), pág 135

Deixe um comentário

Arquivado em Citações

Auto perdão

Acho a autoindulgência um dos nossos mais primitivos e importantes mecanismos de defesa. Durante 40 anos escutei pacientes contanto suas histórias e não me lembro de nenhum caso em que alguém se descreveu como egoísta, arrogante, malévolo ou perverso. Essa é uma característica muito humana: nossos defeitos são sempre contextualizados, domesticados, justificáveis e compreensíveis. Por isso mesmo a estratégia da captura do sintoma nunca é esperar que a crueza dessas características apareça no discurso do sujeito que se desnuda, mas aguardar que estas se expressem de forma espelhar.

Somos, via de regra, o que acusamos nos outros.

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos