Arquivo da tag: preconceito

Preconceitos

A publicidade que foi dada ao escritor medíocre que afirmou não gostar de sexo com mulheres de mais de 50 anos é muito mais chamativa do que sua frase tosca e provocativa. Primeiro, vamos deixar claro que seus gostos pessoais não podem ser julgados; seus conceitos generalizantes, sim, mas este é um outro assunto. Eu, por acaso, acho as mulheres de 50 esplendorosas, mas esta é uma visão subjetiva sobre a qual não cabe julgamento.

Entretanto, ficou muito curiosa a reação a esta afirmação grosseira. Homens e mulheres (em geral coroas como eu) indignados com a manifestação o chamaram de “feio”, “horroroso” e de “maracujá de gaveta” (uma mistura de velho, feio e enrugado). Pergunto: por acaso preconceito com a idade é pior que preconceito com feiúra alheia? A resposta ao preconceito dele foi uma chuva de…. preconceitos. Eu, como feio, me senti ofendido por tabela. Não somos nós também dignos de receber amor?

Esse escritor completamente desconhecido conseguiu, através dessa estratégia de marketing, fazer como o assassino na cena final de Se7en: obrigar os outros a mostrar o mal que tem dentro de si mesmos, mas que só enxergam nos outros.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos

Propostas 2019

Representando extraoficialmente a patrulha de esquerda que frequenta este espaço venho ratificar nossa posição e nosso compromisso de fornicar com a paciência de todo e qualquer sujeito que ser se alinha com as políticas e ações reacionárias, excludentes, preconceituosas, racistas, misóginas e homofóbicas do novo (des)governo que se instala no Brasil. Sabemos da importância de nossa tarefa na depuração do ambiente cibernético das ervas daninhas do fascismo e rogamos sua compreensão. Acredite, não é algo pessoal, e o que nos move é o fervor socialista.

A regra será não dar trégua ao fascismo travestido de “combate às ideologias“. Enfrentaremos com as armas do contraditório, mesmo através das piadas, claro, com pitadas de sarcasmo. Acostume-se porque agora vocês são da situação e vão levar porrada sem parar. E quando vocês estiverem muito putos com nossas críticas e protestos tem uma forma muito fácil de se acalmar:
.
.
.
.
Faz arminha.

Atenciosamente
URSAL

Deixe um comentário

Arquivado em Política, Violência